Season Finale: Review “The Walking Dead” 4×16 – A

TWD-4x16

O episódio foi absolutamente incrível. Infelizmente, a sensação que deixou foi de ter sido dividido em duas partes, terminando no meio. O problema vai ser esperar atéééééé Outubro pra ver como a história continua. Em muitos aspectos, “A” foi um dos episódios mais fortes da série. Seguindo a linha de histórias divididas que vem utilizando desde o retorno da série em fevereiro, esta última etapa da 4ª temporada encontra Rick, Carl e Michonne seguindo os trilhos do trem em direção à Terminus. A dinâmica entre os três se mostra ainda descontraída, como vimos em sua última aparição, e Michonne parece estar se conectando cade vez mais a Carl. Encontram abrigo na estrada próximo a um carro abandonado e, enquanto Rick e Michonne relaxam para deixar Carl dormir, são abordados e atacados pelo grupo de Joe, que vem caçando Rick desde seu último encontro na casa.

Daryl tenta se colocar diante de seus antigos amigos, mas isso só serve para incitar Joe a deixar de confiar nele e ordenar que seu grupinho espanque-o até a morte enquanto pressiona sua arma na têmpora de Rick. Mas nada disso se compara ao que acontece no carro. Um dos capangas de Joe tira Carl de dentro do veículo, prendendo-o no chão com a intenção de estuprá-lo. Chandler Riggs rouba a cena neste momento, se debatendo desesperadamente sob o corpulento capanga pedófilo. Rick tenta se manifestar, mas Joe apenas ri dele e ameaça:

“Primeiro, vamos espancar Daryl até a morte. Depois, vamos usar a garota, depois vamos usar o menino, e depois vamos matar você. E aí, sim, estaremos quites.” Este é o momento da mudança essencial na personalidade de Rick. Ao ver o filho ali, brigando contra o impossível, Rick encarna uma das criaturas que tanto abominam e arranca um belo naco de carne do pescoço de Joe com os dentes, cuspindo o resto no chão enquanto o líder do bando desfalece com a perda de sangue.

Esta distração é suficiente para que Daryl e Michonne reajam, matando mais 2 dos capangas. Por fim, o pedófilo se encontra sozinho entre os inimigos e se levanta. Rick, da forma mais animalesca possível, crava uma faca no estômago do homem e vai puxando a faca para cima, abrindo o cadáver até o queixo em uma das cenas mais viscerais da série até hoje.

Alguns conflitos emocionais são discutidos, como a história de Michonne e a relçação fraternal de Rick e Daryl, até que alcançam os muros de Terminus e, acostumados com a traição e a hostilidade, invadem o espaço pelos fundos e só então se apresentam ao líder, Garreth. São recebidos pacificamente e os residentes até mesmo permitem que eles mantenham suas armas. Mas quando são guiados para a churrasqueira na qual a mesma mulher bizarra do episódio anterior, Mary, continua grelhando um churrasco, Rick começa a reconhecer alguns itens que os residentes de Terminus estão usando, como a armadura de Glenn e o relógio de bolso de Hershel. Isso é suficiente para trazer à tona o lado mais animalesco do líder, que acaba se descobrindo em meio a uma emboscada ao ser guiado em direção a um vagão de trem abandonado.

Garreth encurrala o grupo e os prende lá dentro, aonde Rick encontra seus velhos amigos, descobrindo-os ainda vivos, e assumindo uma postura bem mais forte do que aquela que assumiu ao enfrentar o governador. A primeira parte da quinta temporada promete alguns confrontos espetaculares.

O episódio encorra aqui, meio que na metade mesmo, e sem revelar o que aconteceu com 4 outros personagens: Beth, Carol, Tyreese e Judith. Agora, só em outubro…

A_MichonneCarl 03 The-Walking-Dead-4x16-02 the_walking_dead-s4e16-05

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s