HBO anuncia o final da série mais inteligente de sua programação

newsroom-season-2-posterDois anos atrás, fui deliciosamente surpreendida com o lançamento de “The Newsroom”, uma série que me deixou fascinada antes mesmo de encerrar seu episódio de estréia. Inteligente, rápida e sarcástica, a série logo se tornou cultuada por um público que há muito tempo anseiava por um material de qualidade que os fizesse realmente pensar. A série de Alan Sorkin fez isso de maneira espetacular. Não dava nem para acreditar que o deliciosamente sardônico Will McAvoy estava sendo representado pelo mesmo ator que dividiu as telas com Jim Carey em “Debi e Loide”. Sério. Jeff Daniel nunca esteve tão envolvente quanto na pele do telejornalista traumatizado à frente da equipe de News Night.

A primeira temporada relata a construção de um novo conceito em jornalismo com base nos valores originais da propagação de notícias, um programa de TV que não dependesse de audiência ou anunciantes e que focasse em notícias realmente importantes enquanto os produtores e jornalistas da equipe brigam com a empresa que os financia e que deseja monetizar em cima do programa. Em paralelo, temos os dramas pessoais dos personagens principais, focando especialmente na relação destruída de Will com sua mais nova produtora, Mackenzie McHale, e no quinteto amoroso entre a economista Sloan Sabbith, que desenvolve uma tensão sexual com o produtor Don Keefer, cujo relacionamento com a produtora júnior Maggie Jordan se abala com a chegada do braço direito de Mackenzie, o produtor Jim Harper que, para evitar a tensão com Maggie, passa a namorar sua colega de apartamento, a garçonete aspirante a atriz Lisa Lambert.

A segunda temporada focou essencialmente na cobertura das eleições presidenciais de 2012 que ocorre no meio de um sério processo jurídico sobre a equipe causado por uma notícia falsa extensamente pesquisada por todos mas que, devido a um erro cometido por um produtor Free Lancer vindo de Washington, Jerry Dantana, acaba comprometendo o exército americano de forma bastante prejudicial. Enquanto Mackenzie e Will tentam superar os traumas causados pelo término de seu relacionamento enquanto lidam com as conseqüências do processo judicial. Don e Maggie se separam após uma exibição bastante vergonhosa no youtube que acaba prejudicando ainda a amizade de Maggie e Lisa e o relacionamento da garçonete com Jim. Maggie decide aceitar um projeto na África para escapar de seus problemas pessoais mas a viagem acaba sendo bem diferente do que ela esperava e Jim, escapando do drama com Lisa e Maggie, parte em um dos ônibus de campanha para acompanhar a eleição e acaba se envolvendo com uma repórter na estrada, Hallie, a única que parece compreender os traumas que Maggie traz da África com ela.

Os diálogos rápidos e inteligentes da série rapidamente afastaram o público pouco interessado na trama política apresentada mas o resto do público, fiel e militante pela inteligência de The Newsroom vai ter que se satisfazer em acompanhar esta equipe apenas uma última vez, pois a HBO declarou, junto à confirmação da terceira temporada, que a série se encerrará após os 10 episódios a serem exibidos em 2014. Eu lamento muito a notícia mas, pelo menos, sei que teremos “House of Cards” para suprir a carência de uma série inteligente para nos fazer pensar mais…

Anúncios

One thought on “HBO anuncia o final da série mais inteligente de sua programação

  1. Pingback: Para comemorar 250.000 views | Junkies de Conteúdo

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s