“E foi assim que Lily conheceu a sua mãe…”

Demoramos mas estamos aqui pra falar do season premiere de How I Met Your Mother. Sabemos que esta última temporada será inteiramente voltada para o final de semana do casamento de Barney e Robin, em Farhampton, e que a mãe (ainda sem nome) é a baixista da banda do casamento. Sabemos também que Ted será o último entre todos os 5 protagonistas a conhecê-la, e o primeiro encontro já aconteceu na hora inicial desta 9ª temporada, mas vamos falar de todo o episódio duplo que deu início à jornada final de Ted em busca do amor:

Todos fizeram sua jornada (ou pelo menos a começaram) em direção ao romântico hotel que será o cenário deste casório bastante improvável. Barney e Robin foram de limousine com Ranjit sem desvios no caminho. Marshal e Marvin começam sua jornada no aeroporto em Minnesota  mas termina em um carro alugado. Ted e Lilly saem de NY de carro mas, irritada com as manias de Ted, Lily desiste da carona, desce no meio do caminho e pega um trem. A Mãe está dividindo um vagão com ela.

PARTE 01 – THE LOCKET

Barney e Robin passam por todo um drama sobre a vaga possibilidade de serem primos distantes, mas é claro que tudo acaba bem. Esse história inteira foi uma grande bobagem e desperdício de tempo de tela. Serviu apenas como introdução para futuros parentes esquisitos dandos as caras durante o “final de semana”…

Marshall fica desesperado quando vê que a mãe postou uma foto de Marvin na internet revelando sua decisão de aceitar a posição de juiz em NY antes de ele ter a chance de contar à esposa, que está planejando a mudança do casal para Roma. Discutindo com ela no telefone, acaba expulso do avião e arranjando uma puta briga com sua colega de poltrona Daphne. Os dois ficam se encontrando em várias situações de emergência tentando chegar em NY e Marshal geralmente leva a pior sendo bonzinho demais mas, no final, Daphne acaba se unindo à ele e os dois caem na estrada a caminho de Manhattan. Neste primeiro momento, a história ainda é meio boba, mas tem potencial para ser muito divertida. Pelos flashes mostrados anteriormente dele ao lado de Ted no jardim da igreja esperando para entrar quando começa a chuva, já sabemos que ele chega à tempo, então não se preocupem!!!

Lilly não aguenta as frescuras de Ted (honestamente, quem aguentaria?) como as luvinhas para dirigir e as paradas nos pontos turísticos mais estúpidos da história e o faz deixá-la em uma estação de trem no meio do caminho. Sozinha e irritada, ela morre de vontade de ver a foto que a sogra postou do filho mas não o faz pois sabe que será mais uma chantagem emocional para não se mudarem para Roma. Enquanto ela tem surtos histéricos dentro do vagão, uma mocinha magrinha e bonitinha vira para trás e oferece um cookie que ambas carinhosamente chamam de “SUMBITCH”. As duas acabam sentando juntas e A Mãe recebe os primeiros detalhes sobre Ted. Enquanto Lily reclama, ela finge concordar mas, nos fundo, é igualzinha a ele. A dinâmica das duas é ótima. Eu realmente gostei da atuação de Cristin Milioti, que consegue ser completamente apaixonante e, ao mesmo tempo, tão louca quanto a própria Lily, e não deve ser nada fácil fazer comédia ao lado de uma atriz do nível de Alyson Hannigan…

Ao final do episódio, Lily ataca Ted na entrada do hotel em Farhampton acreditando que ele entregará o medalhão à Robin de presente, mas dentro da caixinha está apenas uma foto de todos os cinco juntos quando se conheceram, 8 anos atrás (por sinal, é a foto da abertura… Linda demais!). Enquanto Lily relaxa e pára de se preocupar com a possibilidade de Ted arruinar o casamento, a narração do futuro deixa claro que aquela não será a última investida dele na noiva durante o final de semana…

CENA MAIS FOFA DO EPISÓDIO: Barney usando o termo “legendary” sem mandar ninguém esperar por que ele finalmente encontrou o que estava procurando…

PARTE 02 – COMING BACK

Como a história de Marshall continua focada em sua disputa com Daphne para chegar em NY, vamos ignorar completamente a existência dele nesta segunda parte do episódio, ok? Sua parte mais importante foi o efeito que ele teve em Lilly…

Bom, Ted e Lilly fazem o check in no hotel e introduzem o melhor novo personagem até o momento, Curtis, o recepcionista que fica obcecado em ter pena de Ted por estar sozinho naquele lugar romântico durante o casamento de sua ex. Todas as participações dele são absolutamente espetaculares e eu só espero que ele fique em cena por muito tempo!

Além dele, temos Linus, o bartender. Ao lado dele, Lily rouba completamente a cena do episódio, que não está nem um pouco focado nela. Marshall telefona avisando que não conseguiu embarcar e ela fica arrasada por ficar sozinha em um hotel romântico, de modo que compra do bartender o “Pacote Kennedy”, no qual ele garante que ela SEMPRE terá um copo de bebida nas mãos e ele cumpre esse acordo magistralmente. Mal posso esperar por uma temporada inteira de Lily bêbada soltando os segredos de todo mundo por aí!!!! Guardem esta frase: “Thank you, Linus!”, pois ela será repetida milhares de vezes nos próximos meses!!!

A chegada de James, o irmão gay de Barney, também promete! O “dueto” de “Islands in the Stream” promete ser um ponto alto nesta cerimônia e a notícia de seu divórcio é uma ótima oportunidade para demonstrar a evolução de Barney como personagem e a insegurança de Robin. Além do bolo de marzipan de chocolate, a cara de Ted ao se deparar com toda a decoração romântica de James em seu quarto com um bolo de dois homens nus abraçados depois de finalmente se livrar de Curtis foi espetacular.

Ao final, temos um vislumbre do futuro, no qual Ted leva A Mãe naquele mesmo hotel exatamente um ano mais tarde, propondo um final de semana romântico no que indica ser o aniversário de 1 ano do namoro dos dois. Algo me diz que teremos muitos vislumbres deste futuro não tão distante nos episódios seguintes

MINHA PREVISÃO: Esses flashforwards 1 ano mais tarde resultarão em Ted propondo casamento à Mãe no mesmo lugar em que se conheceram exatamente 1 ano depois!

O VEREDITO – A ÚLTIMA TEMPORADA PROMETE SUCESSO OU DESASTRE?

Depende. Assim como Seinfeld e Friends, os personagens crescem e se tornam mais adultos, tornando-se menos inconsequentes e menos engraçados. Se você espera rir como fazia na primeira temporada, acredito que achará a última um fracasso, mas se espera momentos de grande emoção e resolução dos personagens, provavelmente será um sucesso… Pessoalmente? Eu gostei, achei uma boa forma de fugir um pouco da fórmula já padrão da série. O único problema é que focará bem mais no personagem mais sem graça da série, o Ted…

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s