Foi dada a largada para o final de Dexter

fwj72qNo último domingo, foi ao ar o primeiro episódio da última temporada de Dexter, intitulado “A Beatiful Day”. O episódio tem início seis meses após o final da temporada anterior, praticamente o tempo real de espera desta estréia, e não me decepcionou. Como prometido pelos vídeos lançados antes da estréia, notamos que a vida de Deb está uma verdadeira bagunça: Ela largou seu emprego na polícia para se tronar uma caçadora de recompensas, não responde os telefonemas do irmão e está se relacionando com o ladrão que deveria levar preso. O que não se podia prever é o quanto a vida do próprio Dexter está desabando em virtude do distanciamento da irmã.

A morte de LaGuerta afetou muito a vida de Angel que, após o assassinato da ex mulher, decide voltar de uma vez por todas para a polícia e acaba assumindo o cargo de Tenente após a demissão de Deb. Ele recebe todas as caixas da falecida e está desesperado para se livrar das caixas que ocupam toda a sua sala. Eu APOSTO que ele vai encontrar ali dentro alguma evidência guardada por Maria que incrimine Dexter como Bay Harbor Butcher.

Já a irmã dele está de caso com Quinn, o único que mantém contato com Deb. Dexter quase pega os dois na cama, mas conseguem manter a relação em segredo. Eu não sei por que decidiram incluir isso na trama, mas deram tanto foco nessa relação que certamente haverá algo relevante nessa união esquisita.

O novo serial killer de Miami se mostra bastante interessante: A vítima encontrada teve seu crânio aberto e um pedaço de seu cérebro removido. O crime parece ter atraído a atenção da Dra. Evelyn Vogel, uma neuropsiquiatra especializada em definir perfis de psicopatas. Ela revela que o pedaço removido do cérebro da vítima foi a glândula pituitária, responsável pelo desenvolvimento do sentimento de empatia, e a marca neurológica de um psicopata é não possuir empatia. Imediatamente, Dexter percebe que sua presença pode ameaçar o segredo dele, especialmente depois de ela demonstrar tanto interesse nele ao chamá-lo para conversar sobre o fato de James Doakes não possuir a personalidade de um serial killer uma vez que era conhecido por ser bastante passional.

Mas o foco de Dexter neste momento é Deb. Ele quer consertá-la após a morte de Maria La Guerta destruir tudo que Deb era. Ele a investiga e a encontra junto ao ladrão que ela deveria estar investigando. Deb quase grita com ele mandando deixá-la em paz pois tudo que ela teve que sacrificar por ele destruiu a vida dela e deixa claro que deveria tê-lo matado ao invés de LaGuerta. Dexter parte arrasado. Mais do que isso, perdendo o controle de vez, atacando um motorista que o fecha no trânsito e explodindo até mesmo com o filho. Mas logo, Quinn o procura para dizer que Deb ligou perguntando informações sobre um homem chamado de El Sapo e ao pesquisar mais à fundo, Dexter descobre que o homem é um assassino profissional e que a vida de Deb está em perigo.

Dexter vai à procura dela novamente para avisá-la e, como sua babá está ocupada demais com Quinn, ele acaba levando Harrison no banco de trás. Deb manda ele ir embora, diz que não se importa se acabar morta pois Dexter já a destruiu. Briggs, o namorado/alvo de Deb sai do banho, vê Dexter e o ataca. Lógico que Dexter acaba matando Briggs e deixando Deb ainda mais histérica. Ela grita com ele, mandando-o partir, afirmando que passou sua vida toda acreditando que não poderia viver sem o irmão, mas que agora percebia que tudo que havia de errado em sua vida era responsabilidade dele. Ele sai do quarto e encontra o carro vazio. Harrison desapareceu. Ele sai gritando em busca do filho que apenas acordou, não achou o pai e saiu para procurá-lo. Escondido em seu carro, El Sapo assiste a cena com cara de poucos amigos. Difícil é saber se sua nova vítima será Dexter, Harrison ou Deb.

Enquanto Dexter tira alguns minutos para absorver sua mais nova descoberta, a de que não saber como seguir em frente sem Deb, a Dra. Evelyn Vogel se aproxima e lhe entrega um envelope. Ao abrí-lo, Dexter encontra alguns desenhos bastante violentos com sua própria assinatura quando criança. Ele vai atrás dela com força, querendo respostas. Ela lhe diz que ele não pode machucá-la pois ela não se enquadra no “Código de Harry”.

Um belo começo para o fim, certo? Alguns pontos que acredito serem importantes para a compreensão total do que será essa última etapa:

1. Dexter PERDE A PACIÊNCIA duas vezes durante o episódio. Está tomado por RAIVA. Ou seja, uma EMOÇÃO. Será que sua máscara humana finalmente está ruindo e dando vazão ao real ser humano por trás dela? O que isso significa?

2. Tudo indica de Evelyn foi procurada por Harry durante a infância de Dexter, provavelmente para tentar controlar os impulsos do filho. Ela, especialista no assunto, deve ter orientado Harry a criar um código moral para compensar a falta de consciência do pequeno Dexter. Será ela a criadora do código? Será ela a “mãe” do Passageiro?

Mal posso esperar até o próximo domingo! Em apenas 1 episódio, a última temporada já está se revelando uma das melhores até agora!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s