Cobertura Lollapalooza 2013 – Dia 1

lollapaloozaClaro que eu não poderia perder um festival deste porte! Como boa fanática por música, comprei meus ingressos meses atrás empolgadíssima com o Line-up. Infelizmente, com os preços do jeito que estão, tive que escolher apenas dois dos três dias e vou compartilhar os melhores momentos da MINHA experiência no Lollapalooza 2013. Hey Ho?

No primeiro dia, cheguei em torno das 16:30 pra me deparar com uma fila enorme na entrada. Ainda bem que a fila andou rápido, por que não há nada pior do que ficar parada na rua enquanto escutamos a bagunça acontecendo lá dentro! Encontrei meus amigos perto da roda gigante da Heinekken e fui correndo assistir Cake no palco Butantã.

SHOW DO CAKE

73109_526428914062573_122648489_nEu sou fã do Cake desde que era adolescente, estava empolgadíssima para ver o show dos caras. Quem assistiu pelo Multishow e quem estava colado na frente do palco jura que o show foi incrível, mas eu não saberia dizer. Fiquei do lado esquerdo e não consegui escutar nada. Além do som do palco estar baixo demais para um festival a céu aberto deste porte, a tenda eletrônico ali perto estava com um som tão alto, mas tão alto, que parecia que eu estava dentro do carro escutando uma versão remiz tosca de Cake na Jovem Pan no volume mínimo. O público ali perto ficou indignado e cada 5 minutos começava uma cantoria “Aumenta o som! Aumenta o som!” e os gritos da galera eram tão altos e revoltados que ficavam mais altos do que a banda. Bateu um desânimo enorme: Com ingressos a este preço, a produção podia ter tomado mais cuidado com a qualidade do som, né?

Terminando o show do Cake, fomos dar uma volta, comer alguma coisa, tentar dar uma boa descansada. Absolutamente impossível. A garoa que insistiu em cair o dia todo deixou tudo um enorme lamaçal. Havia áreas inteiras absolutamente intransitáveis que a galera tentava contornar agarrada nas grades do bar. Isso sem contar o delicioso perfume de estrume de cavalo que tomava conta do ambiente. Ano passado eu não senti esse aroma, acho que foram mais descuidados este ano.

Os preços da cerveja e das comidas estavam absurdos. Acho que foi o festival mais caro que eu já frequentei. A cerveja sai por R$8,00 e você não vai achar nada decente pra comer por menos de R$12,00. As filas estavam gigalamescas. Recomendo que utilizem a liberação de 4 itens de alimentação pessoal por pessoa e levem alguns pacotes de biscoito com vocês!

SHOW DO FLAMING LIPS

910468_flaming-lips-se-apresenta-no-lollapalooza

Quando caiu a noite, fomos para o palco Cidade Jardim conferir o show do Flaming Lips. Entramos pelo último portão e fomos chegando mais perto do palco numa boa, sem muvuca ou confusão. Muitos casais estavam deitados na grama molhada em cima de cangas, curtindo o som psicodélico dos caras. O show foi uma grande viagem, totalmente alucinante, um verdadeiro espetáculo de luzes, cores e rock progressivo em toda a sua essência. Minha amiga que assistiu pela TV chegou até a chorar. Eu só não entendi o lance da boneca, mas acho que uma boa viagem de ácido era necessária para entender completamente aquele show…

Ainda bem que conseguimos dar uma descansada nas pernas sentados no único cantinho de arquibancada liberada para o público, por que o show seguinte me fez pular loucamente. Eu nunca tinha assistido Killers ao vivo, mas saí de lá uma verdadeira fã dos caras!

SHOW DO THE KILLERS

29mar2013---the-killers-fecha-primeiro-dia-de-shows-no-lollapalooza-para-plateia-de-mais-de-52-mil-pessoas-1364612524720_956x500Eu já comentei mais de uma vez e repito quantas vezes se fizerem necessárias: Um show realmente muda de cara quando você percebe que a banda está curtindo o momento. O show do Killers foi uma prova viva disso. Brandon Flowers passou o show inteiro rindo, curtindo escutar a multidão cantar de volta pra ele. Os caras deram um verdadeiro espetáculo em cima do palco: Além de serem tecnicamente perfeitos, conseguiram levantar a galera debaixo da chuva, que engrossou durante a noite, e fez cantar até mesmo um certo amigo meu ultra metaleiro. Os efeitos pirotécnicos deram um efeito super bonito, utilizado nos momentos certinhos. Pessoalmente, eu destaco “Jenny Was a Friend of Mine“, tocada no Bis, minha favorita, mas tiveram muitos momentos incríveis. Quem não conferiu ao vivo nem no Multishow, pode procurar no youtube por que vale à pena!

A saída depois do show do Killers estava bem cheia mas não foi estressante como normalmente é a saída de um grande show. Com uma lotação de 52.000 pessoas, não tivemos nenhum problema para sair do Jóquei andando e buscar o carro ao lado do shopping Eldorado. Infelizmente, as linhas de trem naquela região não estavam funcionando, o que é um absurdo durante um feriado com um evento deste porte mobilizando todos os jovens da cidade de São Paulo em uma região que não tem nenhum estacionamento por perto!!! Cheguei em casa divinamente exausta e caí de sono em meia hora, o que me permitiu dar uma boa descansada antes do segundo dia de show…

Anúncios

2 thoughts on “Cobertura Lollapalooza 2013 – Dia 1

  1. Pingback: Cobertura Lollapalooza 2013 – Dia 3 | Junkies de Conteúdo

  2. Pingback: Diário de um roqueiro viciado em festivais | Junkies de Conteúdo

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s