O poder de uma boa trilha sonora

juno%20michael%20cera%20and%20ellen%20page%20playing%20guitarSe tem um bom lugar para descobrir músicas novas é uma boa trilha sonora. Isso vale para filmes, curtas e seriados. Eu sou uma fã particular de trilhas sonoras. Sempre que assisto a um filme e gosto da música, anoto o que está acontecendo na cena, tento pegar uma frase da música e, mais tarde, dá-lhe buscas no google. Já descobri músicas diferentes, artistas novos e nem precisei ser hipster para isso. Um dos grandes exemplos de uma boa trilha sonora é Juno: The Moldy Peaches são responsáveis pelo clima do filme como um todo e a sugestão da banda veio da própria Ellen Paige.

Pode parecer fanatismo, mas a trilha sonora é quase 50% de um filme. Já assistiu algo sem música? É completamente atordoante. Para fazer a experiência, basta assistir ao episódio da quinta temporada de (pasmem!) Buffy the Vampire Slayer chamado The Body. O episódio, que retrata as reações do personagens diante da morta da mãe da protagonista, é completamente desprovido de qualquer intervenção musical, o que traduz a angústia que aclimatiza aquele momento da narrativa.

Eu fico encantada em perceber que a indústria Hollywoodiana está valorizando uma boa trilha sonora como nunca! Vemos diversos artistas sendo lançados por meio de pequenas participações em filmes e séries, divulgando seu trabalho e conquistando aos poucos aqueles que, como eu, vão atrás de boa música quando a escutam – seja onde for. Existem duas séries de grande sucesso nos EUA cujos episódios (e eu quero dizer TODOS eles) são nomeados à partir de títulos musicais: One Tree Hill e Grey’s Anatomy. A nova série de J. J. Abrahms, “Revolution”, nomeou dois de seus episódios com títulos de músicas do Led Zeppelin, conseguindo ainda um feito extremamente raro: colocar uma música da banda na trilha de um destes episódios. Este feito só havia sido conquistado duas vezes no passado, por The Sopranos e – novamente – One Tree Hill.

O filme “Forgetting Sarah Marshall” fez tanto sucesso com seu personagem Aldous Snow e suas músicas sem noção que o roqueiro baderneiro de Russel Brand ganhou sua própria seqüência, “Get Him to the Greek”, com direito à gravação de um álbum completo de letras inteligentes e divertidas do melhor estilo possível de Rock ‘n’ Roll.

Eu deixo a minha dica: Sempre que você curtir a música de um filme ou uma série, pode começar a procurar, ela está em algum lugar da internet e alguém além de você também está à procura dela! Acreditem: Eu assisti “American Pie” em 1999 quando o filme saiu no cinema e me APAIXONEI por uma música que foi trocada na versão em VHS e DVD por “Time of Your Life”, do Green Day. Eu lembrava meia frase da tal música e, em 2004, quando conheci meu atual marido, comentei com ele e não é que ele encontrou? Acredite, gente, vale à pena! Como inspiração, deixo com vocês a música que levou 5 anos pra entrar na minha vida…

Anúncios

One thought on “O poder de uma boa trilha sonora

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s